Você está aqui: Página Inicial / Município

Município

por Administrador publicado 09/07/2013 17h40, última modificação 15/07/2014 15h36

História

por Administrador publicado 09/07/2013 17h40, última modificação 13/05/2015 08h45

No dia 12 de outubro de 1882, na fazenda Bom Sucesso, nasceu Juvenal José de Queiroz, filho de José Rodrigues de Queiroz e de Rita Carneiro de Queiroz. Juvenal casou-se com Ana Maria de Lima, filha de José Alves de Lima e Rufina Perpétua de Toledo. O casal teve onze filhos, os quais receberam o apelido de “carneirinhos", graças ao sobrenome da avó paterna, Rita Carneiro. Em 1942, Marcondes Alves de Queiroz, um dos filhos de Juvenal, abriu o primeiro e, por muito tempo, único armazém da redondeza, chamado de Casa Carneiro. Em 1951, surgia a capela consagrada à Nossa Senhora Aparecida. Nela, a missa inaugural foi celebrada pelo cônego Osório, então vigário da paróquia de Campina Verde. Em 1952, Marcondes doou um terreno para que nele fosse construída a escola. Dois anos depois, ofertou outro para a formação do povoado denominado de "Carneirinhos", em homenagem aos irmãos fundadores. Em 30 de dezembro de 1962, resultado do esforço de vários líderes políticos, constitui-se o Carneirinho, ainda distrito de Iturama. No dia 28 de abril de 1992, no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, foi oficialmente instituído o município de Carneirinho.

Marcondes Alves de Queiroz O casal Marcondes e Ana

Localização

por Administrador publicado 09/07/2013 17h45, última modificação 15/07/2014 09h43

Carneirinho é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, localizado na microrregião de Frutal. Em 2012, sua população estimada era de aproximadamente 10 mil habitantes, dado publicado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Caracterizado por topografia de superfícies planas ligeiramente onduladas, típicas da região do planalto central do Brasil, possui área de mais de 2 mil quilômetros quadrados. Situado na confluência dos rios Grande e Paranaíba, no extremo oeste do estado de Minas Gerais, faz divisa com Itajá (GO) a norte; Limeira do Oeste a nordeste; Iturama a leste; Populina, Mesópolis e Santa Albertina a sudeste; Santa Rita d'Oeste e Santa Clara d'Oeste (SP) a sul e Aparecida do Taboado e Paranaíba (MS) a oeste. É o único município de Minas Gerais que faz divisa com o Mato Grosso do Sul. Nele, nasce o rio Paraná, fusão do rio Paranaíba e do rio Grande. 


Exibir mapa ampliado 

 

Símbolos municipais

por Administrador publicado 16/07/2014 12h30, última modificação 01/03/2017 23h04

Bandeira 

Instituída como símbolo municipal pelo artigo 12 da Lei Orgânica de Carneirinho, tem suas dimensões especificadas pelo artigo 1º da Lei 13/1993. Trecho da lei que institui a bandeira:

Fica criada a Bandeira de Município de Carneirinho, com as seguintes características: Um retângulo, medindo 1,40 m. x 2,00 m., com listas horizontais, nas seguintes cores: na parte inferior, verde, com 2,00 m. de comprimento e 0,40 m. de largura; logo acima, branca, com 2,00 m. de comprimento e 0,06 m. de largura; em seguida, azul, com 2,00 de comprimento e 0,20 m. de largura; mais acima, branca, com 2,00 m. de comprimento e 0,06 m. de largura; continuando, amarela, com 2,00 m. de comprimento e 0,10 m. de largura; por fim, branca, com 2,00 m. de comprimento e 0,58 m. de largura. Sobre as listas um triângulo equilátero, com 0,90 cm de base e 0,80 cm. de altura, na cor vermelha, tendo ao centro o brasão do Município, em tamanho proporcional ao triângulo.

Brasão 

Instituído como símbolo municipal pelo artigo 12 da Lei Orgânica de Carneirinho, tem as dimensões especificadas pelo artigo 2º da Lei 13/1993Trecho da lei que institui o brasão:

ARTIGO 2º.: Fica instituído, também, o Brasão do Município, de acordo com a seguinte descrição explicativa: Escudo repartido em cinco partes: no lado direito, na parte inferior, a maior riqueza do Município, o gado vacum; representado por uma cabeça de boi nelore, branco, com fundo vermelho; ao centro, um vale verde, circundado por águas azuis, com barco a vela com as seguintes iniciais: RG e RP, significando as confluências dos rios Grande e Paranaíba, formando o Rio Paraná; acima, outra atividade do Município, o algodão na cor branca representado por uma pluma, tendo ao fundo a cor cinza; no lado esquerdo na parte inferior um campo lavrado por uma charrua, na cor amarela/marron, com o céu azul, representando todas as atividades agrícolas do Município; acima, a cabeça de um carneiro branco, homônimo da cidade, com fundo vermelho. Sobre o escudo, uma coroa murral, na cor cinza, com três torres (brasão da cidade). No centro da torre uma pomba branca significando a graça alcançada pela emancipação. Enfeites laterais: do lado direito, um pé de milho, representando outra riqueza do Município. Do lado esquerdo, dois pés de cana-de-açucar, representando uma das atividades do Município. Em baixo faixa com as cores amarela, nas extremidades, e branca no centro, com o nome de Carneirinho, pintado em vermelho e, mais abaixo, a data de emancipação do Município “28 de Abril de 1.992”, que é também a data de aniversário da cidade, escrita na cor preta.

Hino

Instituído como símbolo municipal pelo artigo 12 da Lei Orgânica de Carneirinho, tem como autores da letra e da melodia Almir e Rossi.

Áudio

 

Letra

Avante Carneirinho imortal
Quem te conhece não te esquece jamais
Tu és terra colossal
A porta de entrada de Minas Gerais
Solo abençoado por Deus
Orgulho dos filhos teus

Glória aos desbravadores
Ilustres pioneiro, homens trabalhadores
Que anteveram um futuro de sucesso
Na caminhada para o progresso

Avante Carneirinho imortal
Quem te conhece não te esquece jamais
Tu és terra colossal
A porta de entrada de Minas Gerais
Solo abençoado por Deus
Orgulho dos filhos teus

Teu chão é farto é fértil
Que produz tantas riquezas
E os seus rios e lagos Donos de grandes belezas
E o teu povo trabalhador
Confia no futuro cheio de esplendor

Avante Carneirinho imortal
Quem te conhece não te esquece jamais
Tu és terra colossal
A porta de entrada de Minas Gerais
Solo abençoado por Deus
Orgulho dos filhos teus

Galeria das Autoridades

por Fernando Antonio da Cunha Oliveira — publicado 02/03/2017 16h12, última modificação 06/03/2017 10h22
Confira a galeria de fotos dos ex-prefeitos do município.
Nota fiscal eletrônica
Nota Fiscal Eletrônica
Portal da transparência
  Portal da Transparência

Acesso a informação

« Junho 2017 »
Junho
DoSeTeQuQuSeSa
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930